Blogue do site

Página: () 1 2 3 4
[Anyone in the world]
Escolas na Finlândia: tudo exactamante ao contrário do que se faz em Portugal?


Isabel Leiria (Expresso) visita escolas na Finlândia.



 
Fotografia de Vitor Teodoro
por Vitor Teodoro - Quinta, 28 Maio 2015, 12:54
[Anyone in the world]

CHEMStudy

The Chemical Education Material Study, better known as CHEM Study, was developed in the early 1960s at U.C. Berkeley's 


chemistryexperim00chem
by Chemical Education Material Study; Pimentel, George C., ed
IonizationEnergysecondEdition
by CHEM Study, College of Chemistry and Lawrence Hall of Science, U.C. Berkeley
teachersguideforchem
by Chemical Education Material Study; Davis, Joseph E. Jr; MacClellan, Aubrey Lester, editor
vibration_of_molecules
by CHEM Study, College of Chemistry, U.C. Berkeley
 
laboratorymanual00nich
by Nicholson, Margaret; Campbell, Robert F; Davis, Joseph E., Jr; Malm, Lloyd E
[ Modificado: Quinta, 28 Maio 2015, 12:55 ]
 
[Anyone in the world]


Será possível "adaptar" algumas destas ideias nos currículos dos ensinos secundário e básico?


http://www.fct.unl.pt/candidato/perfil-curricular-fct



PERFIL CURRICULAR FCT

COMPETÊNCIAS TRANSVERSAIS EM TODOS OS CURSOS

 

 

Com o objectivo de enriquecer a formação dos estudantes com competências complementares, designadamente soft skills, contacto com empresas (estágios) ou investigação e empreendedorismo, a FCT introduziu essas competências nas estruturas curriculares de todos os cursos de Licenciatura, de Mestrado e de Mestrado Integrado, configurando assim o “Perfil Curricular FCT”.

O mercado de trabalho valoriza cada vez mais estas competências, sendo especialmente importantes para o primeiro emprego, constituindo um factor diferenciador dos profissionais da FCT e, indiscutivelmente, um elemento facilitador de inserção na vida activa.

 

 

 

 

 

COMPETÊNCIAS TRANSVERSAIS PARA CIÊNCIAS E TECNOLOGIA (3 ECTS)

(SOFT SKILLS)

  • Preparação de Curriculum Vitae / Entrevista Profissional
  • Comunicação em Ciências e Tecnologias (Relatórios)
  • Utilização avançada de Folha de Cálculo
  • Gestão do tempo - Trabalho em Equipa
  • Pesquisa bibliográfica e análise de Informação em Ciência e Tecnologia
  • Ética e Deontologia

 

CIÊNCIA, TECNOLOGIA E SOCIEDADE (3 ECTS)

  • Compreensão do mundo tecnocientífico contemporâneo
  • Como pensar e agir de forma activa e critica perante os impactos da ciência e da tecnologia na sociedade de hoje
  • Oito conferências/módulos:
    • Risco, Segurança e Responsabilidade/Ética
    • Ciência, Tecnologia e Género
    • Redes de Sustentabilidade: ambiente e sociedade
    • Guerra e Paz: Einstein, Bohr e Oppenheimer
    • O Futuro Bio e Nano
    • E o Homem criou o Ciborgue
    • Sociedade da Informação
    • Ciência, Tecnologia e Cinema

 

INTRODUÇÃO À INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA / INTRODUÇÃO À PRÁTICA PROFISSIONAL ( 3 ECTS)

  • Contacto e colaboração com projetos de I&D em curso de docentes e investigadores da FCT (temos actualmente 322 estudantes a trabalhar em projectos no âmbito deste programa)
  • Contacto com a realidade empresarial próxima da área do curso, realização de estágios, trabalho pontual (temos actualmente 334 estudantes em empresas)

 

EMPREENDEDORISMO (3 ECTS)

  • Despertar e promover a vocação potencial dos estudantes para a criação de valor a partir de uma ideia
  • Capacitação básica para o desenvolvimento de novos negócios (em 2012/13 surgiram mais de 500 ideias e foram propostos 160 projectos de negócio)

 

CRÉDITOS LIVRES (ESCOLHA DO ESTUDANTE)

  • Enriquecer a formação com competências de áreas que não se incluem no objecto principal de estudo

 

SEMESTRE ERASMUS FRIENDLY

  • Semestre mais adequado para os programas de mobilidade dos estudantes
 
Fotografia de Vitor Teodoro
por Vitor Teodoro - Quarta, 27 Maio 2015, 16:54
[Anyone in the world]

http://www.compadre.org/portal/pssc/pssc.cfm


PSSC: 50 Years Later

Picture of Jerrold Zacharias

In 1956 MIT physics professor Jerrold Zacharias formed PSSC, the Physical Sciences Study Committee, and launched what became America's largest effort ever to reshape how physics was taught in high schools.

The impact of PSSC was world wide. By the early 1960s more than twenty percent of all high school teachers of physics were involved in this project.  PSSC produced a major new text book, more than fifty extraordinary movies, a sequence of lab materials that has not been equaled, and a series of short books describing in an engaging and insightful way many different aspects of physics -- crystal growing, waves and beaches, how a TV works, neutrons, electrons, the universe, and the physicists who led the way to deeper understanding of a fascinating variety of phenomena.




http://www.compadre.org/portal/pssc/docs/Swartz.pdf 


"Discovering the PSSC: A Personal Memoir        

There were lots of objections to PSSC when it was new. Many teachers and parents thought that it was too difficult or didn’t spend enough time on fundamental (and familiar) formulas."


[ Modificado: Quarta, 27 Maio 2015, 16:56 ]
 
[Anyone in the world]

Uma síntese do relatório do projeto ROSE, Relevance of Science Education

http://roseproject.no








 
Fotografia de Vitor Teodoro
por Vitor Teodoro - Sexta, 22 Maio 2015, 16:44
[Anyone in the world]

Sobre inovação...

http://evhippel.mit.edu/books/

Democratizing Innovation (2005)

Democratizing Innovation is licensed under the Creative Commons Non-Commercial Non-Derivatives License. In addition to the rights under that license, I also give permission for all commercial uses that do not involve making derivative works or printing physical copies. Exclusive commercial printing rights belong to MIT Press.


[ Modificado: Sábado, 23 Maio 2015, 10:20 ]
 
Fotografia de Vitor Teodoro
por Vitor Teodoro - Sexta, 22 Maio 2015, 12:56
[Anyone in the world]
Aprender e ensinar...


"agarrar" e "pôr uma marca"...



a·pren·der |ê| Conjugar

(latim apprehendo-eretomaragarrarapoderar-secompreender)


"aprender", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/aprender [consultado em 22-05-2015].




en·si·nar Conjugar
(latim insignio-irepôr uma marcadistinguir)

"ensinar", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/ensinar [consultado em 22-05-2015].



[Mensagem inspirada numa intervenção de António Branco]






[ Modificado: Sábado, 23 Maio 2015, 10:23 ]
 
[Anyone in the world]

Desde o desenvolvimento do PSSC (nos EUA) e dos currículos Nuffield (no Reino Unido), na década de 1960, houve uma grande diversidade de situações em que professores de vários níveis de ensino (secundário e universitário) colaboraram de modo a criar novos manuais escolares.

Alguns dos meus melhores amigos, nomeadamente Jon Ogborn (coordenador do currículo Advancing Physics), professor emérito da Universidade de Londres, estiveram envolvidos em diversos desses projectos. A sua influência e inspiração está, também, na base deste projecto.

Um texto inspirador de Jon Ogborn:

As conclusões do texto:


"My answers to the questions


“So here now are my answers to my two questions. First, teachers, not the developers, are the true owners of a curriculum development. This is not a sentimental point, seeking to give importance to teachers. It is a point of practical necessity. To do a job well is to feel in charge.

But there is also the sense of belonging. Only to the extent that the curriculum development has a strong vision that teachers can identify with, will there be something, a community, to belong to. So the sense of community is crucial too, and is worth much trouble and money in supporting. 

Second, there is in a way no such thing as material ‘being taught in the way intended’. That ‘way’ cannot, in the nature of communication itself, be ‘transmitted’ without change. Certainly there is teaching of the material of which I, Jon Ogborn (or any other developer), approve or not. But our approval is not the point. It is best to assume, without evidence to the contrary, that changes have been made for what the teachers feel to be good reasons. If asked, we will express a view. But that view is just a part of an ongoing discussion about how to teach things, not a definitive end-point. It is not, after all, the developers who face your students in your classroom."



[ Modificado: Sexta, 22 Maio 2015, 19:40 ]
 
Página: () 1 2 3 4